IGREJA NOSSA SENHORA DO Ó

Localizada no bairro de Ipioca, a 23 km da capital Maceió, de acordo com o Jornal Gazeta de Alagoas, de 10 de fevereiro de 1973 (reportagem transcrita em parte em Lima Júnior (2002), a Paróquia de Nossa Senhora do Ó foi criada em 22 de janeiro de 1795, igreja edificada ao estilo colonial e com um cruzeiro na frente.

A partir de autores referenciados por Ferrare (2007), existem indícios de que a torre sineira da igreja foi construída tempos depois da data da construção da igreja, para receber três sinos, porém, atualmente só existem dois, pois o terceiro desabou, em data não especificada, estando desde então no Instituto Histórico de Alagoas, para que seja conservado. Na própria peça está escrito que foi feita em 1858, em Coruripe, pelo artesão Nicolau de Oliveira e Silva.

Sua planta é composta por nave única, capela-mor, sacristia, consistório, coro e torre. Há indícios que abaixo do consistório da igreja atuava um cemitério, o que é evidenciado pelas catacumbas nas paredes.

Segundo Lima Junior (2002), foi nessa igreja que Floriano Peixoto foi batizado, com um ano de idade, em 30 de abril de 1840.

A Igreja de Nossa Senhora do Ó é tombada em nível estadual (Decreto: 5280 de 30/12/82. Processo número: 5232/82. Livro de Tombo: Livro de Tombo nº 2 – Edifícios e Monumentos Isolados).

Você pode localizar esta edificação em Maceió através do Google Maps (clique aqui) e também visualizá-la no Google Street View (clique aqui)!

Referências bibliográficas

FERRARE et al, Igreja Nossa Senhora do Ó. Anteprojeto de restauro e agenciamento do entorno adjacente. Maceió- FAU-PROEX-UFAL, 2007.

LIMA JÚNIOR, Félix. Igrejas e Capelas de Maceió – Maceió: Academia Alagoana de Letras, 2002.

SECULT Secretaria de Estado da Cultura. Disponível em: http://www.cultura.al.gov.br/politicas-e-acoes/patrimonio-cultural/patrimonio-historico/bens-imoveis/patrimonio-edificado/arquitetura-religiosa/igreja-nossa-senhora-do-o Acesso em 10 jan. 2014.


DOWNLOADS
Para Colorir
Projeto