FAROL DO PONTAL (CORURIPE – AL)

Endereço:

Pontal de Coruripe

Notas Históricas:

A região da Barra de Coruripe, onde situa-se o Farol é referenciada por Espíndola (1871, p.58), como o Ancoradouro do Batel, considerado de 2ª Classe, com boa qualidade, por admitir embarcações de menor porte. Inaugurado em 1948, a construção é parte do conjunto de seis faróis da Capitania dos Portos de Alagoas, até hoje em atividade auxiliando embarcações que passam pelo local. Funcionava originalmente como iluminação à base de gás acetileno e foi eletrificado em 1978 (CPAL, 2016). Originalmente, foi construído em porção despavimentada de terreno, cercado apenas por coqueirais. Segundo Lemos (1999), teve sua estrutura recuperada em 1997. A partir de 2006, tem início no Pontal de Coruripe um processo de urbanização da orla e com o processo de urbanização do povoado, a área onde está situado o farol é pavimentada e este passa a integrar o conjunto de praça e mirante, fortalecendo sua função monumental e de marco referencial na paisagem. A praça conta ainda com escultura de Caravela, aludindo ao fato histórico do primeiro contato dos Portugueses às terras brasílicas. Possui grande influência na formação identitária da região, com forte comunidade de pescadores e é um símbolo do município, estando inclusive presente na bandeira da cidade.

Identificação Tipológica:

Monumento/ Farol

Repertório Formal Estilístico:

A edificação apresenta características modernas. Está situado em um platô revestido em pedra portuguesa, limitado em guarda-corpos de madeira na cor azul. O acesso se dá pela praça com a rampa e com a escada voltada para o mar. O farol compõe a renovação urbanística da praça do Pontal e ao seu lado há um amplo espaço aberto onde ocorrem eventos culturais da cidade em datas comemorativas. A construção do farol possui uma base trapezoidal em concreto armado, originalmente com altura de 1,70m e, posteriormente, a fim de impedir a ação de vândalos, esta base foi ampliada, obstruindo a visão da porta de acesso à escadaria em seu interior. Esta possui pequena marquise de proteção. A torre, com dez metros de altura e com foco de vinte metros de altitude com relação ao nível do mar, possui estrutura cilíndrica executada em alvenaria com pintura em faixas horizontais pretas e brancas. Possui ao longo do corpo cilíndrico e em sua porção superior pequenas aberturas em forma de seteiras para a entrada de ar e luz. “O equipamento luminoso atual de que é composto o Farol Coruripe consiste de uma lanterna de Sinalização Náutica (…) com um alcance luminoso de 14 milhas náuticas e uma intensidade luminosa de 2.036 candelas”. O quadro elétrico foi retirado em 2007 e, atualmente o farol é alimentado por duas baterias, com manutenção periódica da Marinha. (CPAL, 2016)

Você pode localizar esta edificação em Maceió através do Google Maps (clique aqui) e também visualizá-la no Google Street View (clique aqui)!

Referências Bibliográficas

CAPITANIA DOS PORTOS DE ALAGOAS – CPAL. Farol de Coruripe. Disponível em: < https://www.marinha.mil.br/cpal/farol_coruripe> Acesso em: 20 de agosto de 2016.

ESPÍNDOLA, Thomaz do Bom-Fim. Geografia Alagoana ou Descrição física, política e histórica da Província das Alagoas (1871). Maceió: Edições Catavento, 2001

http://www.historiadealagoas.com.br/coruripe-a-cururugi-dos-caetes.html Acesso em: 20 de Agosto de 2016.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – IBGE. Alagoas – Coruripe. Disponível em http://cidades.ibge.gov.br/xtras/perfil.php?lang=&codmun=270230&search=alagoas|coruripe. Acesso em: 20 de Agosto de 2016.

LEMOS, João R. Coruripe: sua história, sua gente, suas instituições. Maceió: GCL, 1999.

RUSCHMANN, Dóris Van de Meene (coord.). Plano de Desenvolvimento Integrado do Turismo Sustentável: Pólo Lagoas e Mares do Sul. V.1, Alagoas, 2011

SILVA, Maria Angélica da. Modos de construir, modos de alimentar: memórias de uma paisagem caeté. Maceió: IPHAN, 2006. (Relatório técnico)


DOWNLOADS
Para Colorir
Projeto